Empresa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Paulo Menezes   
Ter, 01 de Setembro de 2009 11:09

 


Tudo teve início no ano de 1983 quando o titular da empresa, Paulo Menezes, recebeu das mãos do saudoso Monsenhor Huberto Bruening, uma colméia de Jandaíra de presente. Naquela época com tempo limitado para se dedicar à meliponicultura, pois era funcionário do Banco do Nordeste do Brasil, mantinha algumas colméias apenas pelo prazer do seu manejo e como terapia ocupacional. Com sua aposentadoria passou a se dedicar com mais afinco ao meliponário, aumentando o número de colônias e  distribuindo os meliponários  em diferente áreas da zona rural,  já que todas as suas Jandaíras estavam localizadas na zona urbana, no quintal de sua residência. Com o crescimento do meliponário, (hoje são mais de 600 colônias) a fim de que  pudesse continuar a desenvolver,  passou então a comercializar o mel para com o produto  da venda aumentar a criação.

Face à procura acentuada do mel para  comercialização, foi então criada a empresa Mel Menezes Ltda., que vende além do mel, as próprias colméias  enxameadas em caixas racionais nordestina.  O mel Menezes é registrado junta à Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Norte,  sob o número 0001/0157. A empresa tem naturalmente a sua parte comercial mas se preocupa também com o meio ambiente, já que o homem vem destruindo ao longo do tempo a vegetação do semi-árido na busca desenfreada do lucro imediato.

Com o desmatamento o homem destrói  a casa natural das abelhas que são as árvores de grande porte, refratárias à seca, já que possuem reservas d´água em suas raízes. As abelhas então ao coletar o néctar de flor em flor que o transformará em mel, fazem um importante papel de reconstrução da mata nativa, pois é nesta hora que é  realizada a polinização,  processo  pelo qual é efetuada a  fecundação das flores  dando origem a frutos e sementes. Assim é que o titular da empresa, é o coordenador de um projeto denominado  “Projeto Padre Huberto – Preservação da Abelha Jandaíra “. Consiste  no treinamento teórico e prático para capacitação do manejo  da abelha  Jandaíra . Direcionado  para mulheres de assentamentos rurais, tem como objetivo  a preservação da abelha Jandaíra, a manutenção do ecossistema através da polinização que as abelhas fazem à mata nativa e de levar para o campo uma atividade que é ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável, já que agrega renda ao pequeno produtor rural, fixando-o no campo, evitando como conseqüência   o  êxodo rural.
Última atualização em Seg, 30 de Agosto de 2010 17:18
 

contador de visitas

78671
hojehoje16
ontemontem18
esta semanaesta semana113
este mêseste mês439
todos os diastodos os dias78671